terça-feira, 31 de março de 2009

sexta-feira, 27 de março de 2009

Da série - 50 microcontos [com 50 letras] menos título e pontuações - 27


27*. Homenagem ao Renato Russo e para minha amiga Dani Russo
Todos têm as suas próprias razões



nota 1: Hoje é 27, seria aniversário do Renato Russo. Fui "aprovada" no trio "das Marcinhas" via Legião Urbana. Elas me perguntaram (a Dani e a Marcinha) qual era a minha música preferida da Legião, eu cantei: "vamos deixar as janelas abertas, deixar o equilíbrio ir embora...". É claro que me aprovaram silenciosamente perplexas (rs rs rs). A música é muito desconhecida, só mesmo uma fã elegeria este som. Eu tinha 14 anos... E até hoje vivo dias de sol, estrela e lua...Amigas para sempre. Psicas como sempre. Distantes e próximas como sempre.

nota 2: Exatamente no dia 27 de março do ano que vem, estarei dizendo "sim" ao meu amor. Me caso. E vou viver feliz para sempre, até que a morte me separe dele...

Da série - 50 microcontos [com 50 letras] menos título e pontuações - 26

26*.
Kiss and milk

quinta-feira, 19 de março de 2009

Dá Série - 50 microcontos [com 50 letras] menos título e pontuações - 23

23*. Síndrome de Peter Pan
Vovô tem 65 anos, mas não parece nenhum tiquinho

quarta-feira, 18 de março de 2009

Da série - 50 microcontos [com 50 letras] menos título e pontuações - 22

22*. Homenagem para Clodovil Hernandes
- Direita ou Esquerda? "Erecto".

terça-feira, 17 de março de 2009

segunda-feira, 16 de março de 2009

sexta-feira, 13 de março de 2009

quinta-feira, 12 de março de 2009

Da série – 50 microcontos [com 50 letras] menos título e pontuações – 18

18*. De onde nascem os anjos
De todos do canil, o garoto preferiu o cão sem uma pata

quarta-feira, 11 de março de 2009

terça-feira, 10 de março de 2009

da Série: Ara and Chas – parte II


Chas seguiu como sempre. Pelo mesmo caminho, com os mesmos tempos cronometrados a cada parada no semáforo. Sempre as mesmas cenas, as mesmas árvores, as mesmas esquinas e o mesmo trânsito enlouquecedor.


Ele é assim. Não gosta, mas é rotineiro. Naquele dia quente, ele queria ser livre. E também queria entender aquele tormento daquela garota. Sentiu-se um estúpido, só para variar.


Queria, de verdade, ser um escritor, mas desisti fácil. Ele desiste muito fácil. Preferiu dar aulas. Mas os olhos daqueles alunos “fofos” o enfadonha como nunca antes. Chas quer inventar um personagem de si mesmo, mas pára na segunda lauda. Acende um cigarro e, contrariado, prepara suas aulas e corrige aquelas provas imbecis, de um curso imbecil, em uma universidade imbecil, com discursos e teorias literárias imbecis, com pessoas imbecis.


- Eu sou um imbecil, berrou ao estacionar o carro dentro da universidade.


Ele não quer mais seguir. Quer voltar ao vermelho da tela. Quer conhecer a garota e viver um romance. “Estúpido, estúpido, estúpido”.

Mas decidiu.


Largou o carro no estacionamento mesmo, com as chaves e tudo o resto e seguiu a pé, sem rumo. Com seu all star vermelho e a típica barba por fazer, conseguiu sentir o vento em seus pêlos e tirou a velha camiseta branca e nem mesmo sentiu vergonha do seu corpo viciado em nicotina. Queria fazer o que estava com vontade. Ele suspeitava que seria por pouco tempo, mas desta vez não desistiu.

- Desta vez, não.


Continua...



Da série – 50 microcontos [com 50 letras] menos título e pontuações – 16

16*. Palavras finais

Você não vale um real

segunda-feira, 9 de março de 2009

Da série – 50 microcontos [com 50 letras] menos título e pontuações – 15


15*.

Desconfie de seu macho se disser que prefere os bichos no zôo

sexta-feira, 6 de março de 2009

Da série – 50 microcontos [com 50 letras] menos título e pontuações – 14

14*. Covardia Juvenil

Apertei o “redial” da tecla

...

A voz


Desliguei apavorada

quarta-feira, 4 de março de 2009

terça-feira, 3 de março de 2009

segunda-feira, 2 de março de 2009